Quem É O Mentor E Como Ele Pode Contribuir Na Sua Vida?

0 292

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Era uma vez alguém que tinha muito potencial, mas pouca experiência. Queria ser o melhor no que fazia, mas muitos eram os desafios e não sabia lidar com eles. Quem poderia ajudar esse jovem a dar aquele upgrade na carreira? Quem poderia compartilhar com ele o caminho das pedras, os erros e acertos, as experiências profissionais e conhecimentos técnicos que iriam ajudar a dar aquela acelerada e diminuir o tempo de aprendizagem dele? Será isso um sonho? Será que esse “ser humaninho” existe? Sim, ele existe! E você pode ter um. Estou falando do mentor.

Quem é o mentor?

O mentor não é um guru, não é alguém que tem sorte, não é o mestre dos magos, não é coach, não é terapeuta ou algo parecido. O mentor é nada mais, nada menos que um profissional mais sênior, que a partir de seus conhecimentos e experiências pode ajudar o jovem com pouca experiência profissional (mentorado) a se desenvolver e adquirir novos conhecimentos técnicos e comportamentais no exercício de suas atividades.

De modo geral, o mentor ajuda o mentorado a identificar os desafios, as oportunidades, os bloqueadores e os paralisadores do seu processo de evolução; conduz o mentorado no processo de soluções desses desafios; indica outros profissionais que possam auxiliá-lo, quando for o caso; avalia e dá feedback do progresso alcançado pelo mentorado; entre outros.

O que deve ser levado em conta na hora de escolher um mentor?

Diante dos impactos que o mentor pode trazer para a vida do mentorado, é importante estar atento a alguns critérios na hora de escolher um mentor. Por essa razão, busque escolher alguém que:

  • Demonstre interesse pelo seu progresso;

  • Tenha tempo para se dedicar aos momentos e/ou encontros de mentoria;

  • Estabeleça uma comunicação transparente e verdadeira com você;

  • Seja empático, ou seja, que se identifica com você e tenta compreender a realidade do seu ponto de vista;

  • Esteja disposto a ouvir atentamente as suas demandas;

  • É capaz de alertá-lo sobre as consequências e/ou obstáculos com os quais terá que lidar;

  • Constroi alternativas diante dos desafios e dificuldades que você apresenta.

Você está pronto para ser um mentorado?

Assim como o mentor tem papeis, responsabilidades e deve possuir habilidades para exercer essa função; o mentorado deve ter consciência que na mentoria existe uma relação de troca e parceria e, que portanto ele é e faz parte desse processo. Portanto, para que a mentoria seja bem-sucedida, o mentorado deve se engajar em fazer a sua parte. E para isso é fundamental que o mentorado:

  • Tenha uma postura ativa na relação com o mentor, ou seja, compartilhe as experiências que possui com ele;

  • Possua uma mente aberta em relação a si próprio e ao mentor;

  • Esteja disposto a ouvir e acatar certas críticas que surgirem quando receber feedback do seu mentor;

  • Seja capaz de conversar de maneira honesta com o mentor;

  • Esteja comprometido e determinado a agir diante das lições aprendidas e insights que surgirem nos momentos/encontros de mentoria.

Que contribuições o mentor pode trazer para o mentorado?

Como vimos, o mentor por ser um profissional mais experiente consegue apoiar e ajudar o jovem com menos experiência (mentorado) a se desenvolver e adquirir novos conhecimentos técnicos e comportamentais no exercício de suas atividades profissionais. Como uma nova postura de trabalho é construída com o processo de mentoria, inevitavelmente o lado pessoal do mentorado acaba sendo modificado, devido as influências recebidas repercutirem nas suas crenças e modo de agir.

As principais contribuições que o mentorado pode receber do mentor são:

  • Receber conselhos, palavras de encorajamento e ajuda real, quando se sentir perdido ou confuso;
  • Reconhecer possibilidades e caminhos para seu desenvolvimento profissional/pessoal;
  • Identificar o impacto das suas escolhas por meio de diferentes perspectivas e visões, estimulando a visão sistêmica;
  • Estimular a capacidade de lidar com desafios profissionais e com os riscos que o acompanham;
  • Acelerar seu processo de aprendizagem;
  • Alavancar sua carreira profissional.

Não tem um mentor ainda? Não sabia como um mentor poderia te ajudar a dar aquele “boom” na sua carreira?  Estamos chegando em 2019, será que depois de saber que a mentoria pode te dar aquele “empurrãozinho” e fazer toda diferença na sua carreira neste novo ano, será que não chegou a hora de você ter um mentor? #ficaadica

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.